21 junho 2012

Resultado da Rio+20





Os últimos dias foram uma loucura. A cidade estava tomada por militantes de todas as cores. O Rio estava irreconhecível. Em todas as rodas e todas as rádios, nos cafés, nos jornais e na tevê o assunto era sempre a ecológica Rio+20.

Após o expediente da sexta, fugiu para o sítio em Teresópolis. Esqueceu a chave e resolveu dormir ao relento lembrando a infância.

O pai o ensinara a fazer uma cabana amarrando a ponta de uma árvore flexível no chão. A nostalgia apertou quando pegou o canivete vermelho no porta-luvas.

Logo encontrou um pinheiro com pouco mais que a sua altura. Fincou uma estaca no chão e com uma corda construiu o arco com a destreza de um escoteiro.

Abaixou-se e, de cócoras, passou por baixo do portal. Ouviu um zunido agudo como se atravessasse um túnel do tempo. Do outro lado o esperava um sujeito forte, braços cruzados sobre o peito, quase dois metros de altura, barba branca, olhar penetrante, mas familiar.

– Vovô? – arriscou.

– Não. – Grunhiu o velhinho. – Sou seu bisneto.

– Como assim? O que faz aqui?

– Vim cobrá-lo, você e toda a sua geração. Olha só o que sobrou da fazenda do seu avô?

O homem olhou para o posto de gasolina, para a fábrica de tintas e para o tamanho do parente.

Agachou-se, fingindo rezar, e de gatinhas atravessou a passagem de volta.

Prometeu a si mesmo que não voltaria ao Rio enquanto não terminasse a Conferência Rio+20.

3 comentários:

Giovani Iemini disse...

hehehe, este será lido hoje no restaurante?

Klotz disse...

Não, não li. Na teoria, eu sequer poderia ter divulgado no blog. Ele foi escrito para o Desafio dos Escritores sob pseudônimo e ainda não foi julgado. Não fale para ninguém, tá?

Dídimo Gusmão disse...

Adorei o texto!
Sabe como ninguém prender a atenção dos leitores.
Maravilhoso!
Aguardo sua visita ao meu.

http://didimogusmao.blogspot.com.br/

 
Search Engine Optimisation
Search Engine Optimisation